Himalaya: Listen. Learn. Grow.

4.8K Ratings
Open In App
title

Momento Tecnologia - USP

Jornal da USP

Followers
Plays
Momento Tecnologia - USP
6 minJUN 23
Play Episode
Comments
title

Details

Nos últimos meses, a humanidade vem travando uma verdadeira guerra contra o novo coronavírus. E a tecnologia, que sempre foi um recurso importante em diferentes contextos de guerra, agora está a serviço de todos contra um inimigo comum. Desta vez, a novidade que entra em ação é uma Inteligência Artificial, desenvolvida no Labdaps (Laboratório de Big Data e Análise Preditiva em Saúde da USP). A inovação é capaz de detectar pacientes com covid-19 a partir de exames de sangue e informações básicas de admissão em unidades de saúde.
Ao observar as ações de países que vêm lidando melhor com a crise do coronavírus, é possível perceber que a realização de testes é um fator essencial no combate ao sars-cov-2. No entanto, o Brasil vem sofrendo com a escassez de testes e a subnotificação da doença desde o início da pandemia. Para amenizar essa situação, surge a IA, como explica Alexandre Chiavegatto Filho, diretor do Labdaps: 
“Apenas com dados de hemogramas, dados de exames de sangue, estamos conseguindo acertar com alta performance quem tem a covid-19. E por que essa informação é importante? É importante por dois motivos: em primeiro lugar, por que temos uma escassez de teste no Brasil e temos que priorizar os pacientes que vão receber esse teste. Em segundo lugar, para auxiliar em decisões clínicas até que o resultado da covid de fato chegue”.
Os fatores que devem ser destacados sobre a testagem do novo coronavírus são: o tempo entre a realização do exame e a obtenção do resultado, o preço do teste e o índice de confiabilidade dele. Nenhum dos dois principais métodos de diagnóstico da covid-19, o RTPCR e o teste rápido, contempla os três aspectos. Enquanto o PCR possui maior índice de confiabilidade (cerca de 90%) e deixa a desejar nos outros dois, o teste rápido é mais barato e o tempo entre sua aplicação e a confirmação é curto, mas detecta apenas 70% dos infectados.
Por outro lado, a Inteligência Artificial, além de prover resultados praticamente instantâneos, é barata, visto que atua por meio de um software relativamente simples. Sobre a confiabilidade, “dependendo do hospital, a gente está acertando entre 70% a 90% dos positivos e dos negativos”, afirma Alexandre Chiavegatto Filho ao Momento Tecnologia.
Ouça na íntegra o podcast com reportagem de Danilo Moliterno.

Momento TecnologiaEdição de roteiro: Denis PachecoEdição de som:  Guilherme FioriEdição geral: Cinderela CaldeiraE-mail: ouvinte@usp.brHorário: Quinzenalmente, terças-feiras, às 8h05
O Momento Tecnologia vai ao ar na Rádio USP, quinzenalmente, segundas-feiras, às 8h05 – São Paulo 93,7 MHz e Ribeirão Preto 107,9 MHz e também nos principais agregadores de podcast  Veja todos os episódios do Momento Tecnologia