Himalaya-The Podcast Player

4.8K Ratings
Open In App
title

Papotência Podcast

Varlei Xavier Nogueira

0
Followers
0
Plays
Papotência Podcast

Papotência Podcast

Varlei Xavier Nogueira

0
Followers
0
Plays
OVERVIEWEPISODESYOU MAY ALSO LIKE

Details

About Us

Latest Episodes

Desequilíbrio (Trup´iê) por Miguel Tescaro – Cobertura Colaborativa do Festival FASCS de Teatro Estudantil

Dando prosseguimento à cobertura do “Festival Fundação das Artes de Teatro Estudantil 2018” e inaugurando a Cobertura Colaborativa,Miguel Tescaro, diretor do Núcleo Cativar de Teatro e integrante da equipe pedagógica do Grupo Brinquedo Torto, faz sua análise de “Desequilíbrio, da Trup´iê de Diadema. Se você quiser também quiser participar dessa cobertura, é só entrar em contato conosco pelo whatsapp no número 11 983897889. Vamos ao texto: TRUP’IÊ – “Desequilíbrio” Esse texto não é uma crítica, é o olhar carinhoso de um fã de longa data. Trup’Iê é o grupo de teatro estudantil do Colégio IEMANO, em Diadema, dirigido por Roberta Conde. Já na ativa a seis anos, também integra o coletivo de grupos do Projeto Potência e posso dizer com orgulho que acompanho o trabalho deles desde seu nascimento. Começo essa análise compartilhando meu olhar como fã do grupo. Sinto que a Trup’Iê tem falado sobre desequilíbrios desde antes do processo criativo desse a...

2 MIN2018 OCT 17
Comments
Desequilíbrio (Trup´iê) por Miguel Tescaro – Cobertura Colaborativa do Festival FASCS de Teatro Estudantil

Começando mais um Festival Fundação das Artes de Teatro Estudantil

Ontem, dia 14 de outubro de 2018, teve início uma das ações mais importantes para o Teatro Estudantil na Região do Grande ABC, o Festival Fundação das Artes de Teatro Estudantil. Recebendo desde grupos das cidades próximas até de outros estados, os espetáculos integrantes do evento apresentam um recorte da produção teatral realizada em escolas e a potência do teatro neste contexto, que possui suas peculiaridades em relação à pratica teatral em escolas de teatro ou em caráter amador e/ou profissional. A semana em que acontece o festival costuma ser bastante puxada para mim, mas extremamente prazerosa. Costumo assumir o compromisso de acompanhar ao máximo os espetáculos e escrever carinhosamente uma resenha para cada um deles. Sempre acaba faltando algum grupo, porque acabo não dando conta. Por isso, pensei neste ano em realizar uma “Cobertura Colaborativa”, como já vi acontecer no Festival Estudantil de Belo Horizonte – FETO. Fica então o convite para quem qui...

2 MIN2018 OCT 15
Comments
Começando mais um Festival Fundação das Artes de Teatro Estudantil

Alice no CEF 316 e o que ela encontrou por lá – Festival Fundação das Artes de Teatro Estudantil

Disclaimer: Dessa vez, vou direto, sem introdução, porque conhecer o Grupo de Teatro Estudantil do CEF 316 foi uma das experiências mais transformadoras que vivi no ano. Amei conhecê-los e não há muito mais que eu diga numa introdução. Quarta – 18/10 15h – Alice no CEF 316 e o que ela encontrou por lá – CEF316 – Santa Maria – DF Isso não é uma crítica … é um culto e um brinde à Resistência do Teatro Estudantil… “Você está atrasado, você está atrasado…”, eu ouvia dentro de mim mesmo, enquanto corria contra o tempo a caminho da apresentação desta tarde. Não podia perder a oportunidade de conhecer mais um grupo de teatro estudantil. Vieram de longe, diretamente do Distrito Federal. Eu não podia perder esta oportunidade. “Você está atrasado!”. Eu sei que estou, mas segura a porta um pouquinho que estou chegando. Não posso perder isso de jeito nenhum… Cheguei, atrasado, sim, mas ouvi “Começou agora”; fiquei mais aliviado, já que não tinha perdi...

4 MIN2017 OCT 25
Comments
Alice no CEF 316 e o que ela encontrou por lá – Festival Fundação das Artes de Teatro Estudantil

Beleza não é tudo – Singular SCS – Festival Fundação das Artes 2017

Na tarde desta terça, fiz uma visita à Escola Stagium, de Diadema, a convite da minha amiga Renata Stort, onde pude acompanhar a Experiência STG, projeto incrível em que os alunos colocam toda sua criatividade, intenção e vontade para resolver seus próprios incômodos. Pude apreciar a apresentação de 15 projetos de impacto social. Fiquei encantado com a estrutura da escola, com o carinho com que cada detalhe é pensado e, principalmente, pelo profundo diálogo que se estabelece entre educadores e jovens. Mas você deve estar se perguntando : por que razão estou comentando sobre isto aqui, neste momento, se este espaço destina-se à cobertura de um Festival de Teatro de que a escola em questão não está participando? Eis a explicação: pude acompanhar duas meninas apresentando um projeto de uma revista chamada “Maria Bonita”, cujo principal objetivo era combater a ditadura da beleza, valorizando os encantos presentes em cada mulher. O “pitch” de 4 minutos, apresenta...

3 MIN2017 OCT 18
Comments
Beleza não é tudo – Singular SCS – Festival Fundação das Artes 2017

DNA – Escola da Vila – Festival Fundação das Artes 2017

Aqui estamos de volta à Cobertura do Festival Fundação das Artes de Teatro Estudantil 2017, depois de um hiato de um ano, já que não estivemos presentes na edição de 2016, por conta de toda a loucura do Projeto Potência, que ano passado, aconteceu aqui no ABC e nos consumiu uma energia sobre humana. A cobertura continuará como sempre. Infelizmente não poderemos acompanhar todos os espetáculos, mas com todo o carinho, assistiremos a todos os espetáculos possíveis e deixaremos um relato amoroso de cada experiência. O que eu mais gosto do Festival é a oportunidade de encontrar outros tipos de fazeres teatrais. Vivenciar a diversidade é extremamente enriquecedor, apaixonante. Realizar esta cobertura é delicioso. Termino a semana super cansado, mas saio tão feliz e transformado, que é por isso que continuo. E lá vou eu para aquela rotina gostosa. Começo com a “Escola da Vila”, que conheci em 2015, quando escrevi sobre o espetáculo “Só há uma vida e nela quero t...

6 MIN2017 OCT 17
Comments
DNA – Escola da Vila – Festival Fundação das Artes 2017

“Lembra-te por mim” – Trup´iê

Último espetáculo que comento aqui.Já estou com saudades e já aguardo ansiosamente o ano que vem. Mas creio que fecho com chave de ouro ao falar da Trup´iê. Falar deles, é como falar de um irmão mais novo. A intimidade me permite conhecê-los melhor e conhecendo-os, posso falar com mais carinho, mais propriedade, e é impossível não falar com emoção, já que a diretora é a mulher da minha vida. Perdoem-me os outros. Mas Roberta é Roberta e Trupe é Trupe. Não há como manter a parcialidade. IEMANO – Instituto Manoel da Nóbrega – Diadema – SP Grupo Trup’IÊ Espetáculo: Lembra-te por mim, autoria coletiva (Núcleo de Dramaturgia: Camila Helena, Giovana Zômpero, Giovanni Aguiar, Giulia Angelini, João Satelis, Júlia Jerônimo, Roberta Conde). Sinopse: Vida, vivência, convivência. Tempos, ciclos, fases. Memória da memória. Um casal. Raul e Luíza, Luíza e Raul. Aproximação, identificação… ou não. A dor sempre cai para um dos lados. Cai mesmo? Lembra-te....

2 MIN2015 OCT 5
Comments
“Lembra-te por mim” – Trup´iê

“Só há uma vida e nela quero ter tempo para construir-me e destruir-me” – Escola da Vila

Desde as primeiras edições do Festival, venho querendo conhecer o trabalho da Escola da Vila, mas o horário nunca bateu com o meu. Finalmente, este ano aconteceu da apresentação estar numa data favorável. E lá fui eu para, enfim, conhecer o trabalho da galera. Escola da Vila – São Paulo – SP Grupo de Teatro da Escola da Vila Espetáculo: Só há uma vida e nela quero ter tempo para construir-me e destruir-me, de Pablo Fidalgo Lareo. Sinopse: Esta noite algo feito com palavras/ Vai mudar a tua ideia do medo/ Olha-me e pergunta-se se sei o que faço/ Se sei o que toco/ Se sei o risco que assumo. Tempo de duração: 50 min. Classificação etária: Livre Elenco: Rodrigo Grosbaum, João Pedro Jabor, João Pedro Dubau, Rafael Tomanari, Fernando Greco, Carolina Alayon, Gabriela Janninni, Rafaela Serpico, Marina Yazbek, Sabrina Cardoso, Julia Padovan, Carlos Navas, Giulia Valadares, Giulia Bragaglia, Zoe Rozembaum, Daniel Rocha, Laura Barcellos, Gabriel Carvalho, Gabriel Rosa, Is...

3 MIN2015 OCT 4
Comments
“Só há uma vida e nela quero ter tempo para construir-me e destruir-me” – Escola da Vila

“Quiçá Romeu e Julieta” – Grupo Filosofia de Coxia

Confesso que estava ansioso pela quinta-feira. Conheci os meninos do Filosofia de Coxia durante o Festival do Ano passado e, este ano, tive a alegria de visitá-los durante um ensaio. Além de estreitarmos ainda mais os laços, a visita rendeu uma Papotência Reportagemmuito legal. Fiquei super feliz quando os encontrei no saguão do teatro ainda de tarde. O papo flui bem entre nós, afinal, já somos amigos. EE Carlos Gomes – São Paulo – SP Grupo Filosofia de Coxia Espetáculo: Quiçá Romeu e Julieta, adaptação coletiva de William Shakespeare. Sinopse: O final todos já conhecem, agora vamos desenhar o começo. Espelhados na transcendente história de amor escrita por William Shakespeare, o Grupo de Teatro Filosofia de Coxia aborda as relações de amor e de amar. O sublime amor dos herdeiros dos Capuletos e Montecchios é o fio condutor para as nossas próprias histórias em uma narrativa verídica, atual e apaixonante. Um verdadeiro encontro de cada um com o seu Romeu e com...

2 MIN2015 OCT 3
Comments
“Quiçá Romeu e Julieta” – Grupo Filosofia de Coxia

“Sempre haverá um amanhã” – Cia Poeme

ADVERTÊNCIA: Se você é diabético, favor não ler este texto. Se você é do Grupo Brinquedo Torto, provavelmente sentirá ciúmes, também não leia. Mas se você quer conhecer um elenco fofo, apaixonante e um trabalho lindo, boa leitura. Sem mais explicações, vamos à ficha técnica: Projeto Cultural Vivarte ”Daniel Comboni” – São Paulo – SP Companhia Poeme de Teatro Espetáculo: Sempre haverá um amanhã. Criação Coletiva. Sinopse: O espetáculo Sempre haverá um amanhã é um conjunto de perguntas e respostas, na visão do próprio adolescente – com suas mais variadas indagações na vida cotidiana e familiar. A falta de relacionamento entre pais e filhos, e de interação de qualidade, ilustram como se estabelecem as relações em uma família com adolescentes. Tempo de duração: 45 min. Classificação etária: 10 anos Elenco: Ana Beatriz da Silva Neves, Ayara Fernanda Nunes da Silva, Eliezer Rodrigues, Estela Souza Oliveira, Gabriel Negroni, Gabryela Moraes, Geo...

2 MIN2015 OCT 3
Comments
“Sempre haverá um amanhã” – Cia Poeme

A Exceção e a Regra – Núcleo de Cultura TWL – Mogi das Cruzes

Infelizmente não pude estar presente na apresentação deste grupo, mas fica aqui meu carinho por eles. Nos próximos dias, alguns alunos prepararão um texto para vocês. Por enquanto deixo aqui o áudio que o João Satelis, membro de nosso Coletivo, captou durante papo com uma das atrizes da peça. EE Dr. Washington Luís – Mogi das Cruzes – SP Núcleo de Cultura TWL Espetáculo: A exceção e a regra, de Bertolt Brecht Sinopse: A exceção e a regra, de Bertolt Brecht, fala sobre uma viagem pelo deserto, realizada por um comerciante, um guia e um carregador (cule). O objetivo da viagem é chegar antes dos concorrentes do comerciante à cidade de Urga, para realização de um negócio de concessão de exploração de petróleo. Direitos trabalhistas, e luta de classe são questões abordadas neste enredo que tem um final surpreendente a plateia. Tempo de duração: 45 min. Classificação etária: 12 anos Elenco: Alyce Luna, Lívia Lotito, Leonardo Narciso, Daniela Nakasato, La...

1 MIN2015 SEP 30
Comments
A Exceção e a Regra – Núcleo de Cultura TWL – Mogi das Cruzes
the END

Latest Episodes

Desequilíbrio (Trup´iê) por Miguel Tescaro – Cobertura Colaborativa do Festival FASCS de Teatro Estudantil

Dando prosseguimento à cobertura do “Festival Fundação das Artes de Teatro Estudantil 2018” e inaugurando a Cobertura Colaborativa,Miguel Tescaro, diretor do Núcleo Cativar de Teatro e integrante da equipe pedagógica do Grupo Brinquedo Torto, faz sua análise de “Desequilíbrio, da Trup´iê de Diadema. Se você quiser também quiser participar dessa cobertura, é só entrar em contato conosco pelo whatsapp no número 11 983897889. Vamos ao texto: TRUP’IÊ – “Desequilíbrio” Esse texto não é uma crítica, é o olhar carinhoso de um fã de longa data. Trup’Iê é o grupo de teatro estudantil do Colégio IEMANO, em Diadema, dirigido por Roberta Conde. Já na ativa a seis anos, também integra o coletivo de grupos do Projeto Potência e posso dizer com orgulho que acompanho o trabalho deles desde seu nascimento. Começo essa análise compartilhando meu olhar como fã do grupo. Sinto que a Trup’Iê tem falado sobre desequilíbrios desde antes do processo criativo desse a...

2 MIN2018 OCT 17
Comments
Desequilíbrio (Trup´iê) por Miguel Tescaro – Cobertura Colaborativa do Festival FASCS de Teatro Estudantil

Começando mais um Festival Fundação das Artes de Teatro Estudantil

Ontem, dia 14 de outubro de 2018, teve início uma das ações mais importantes para o Teatro Estudantil na Região do Grande ABC, o Festival Fundação das Artes de Teatro Estudantil. Recebendo desde grupos das cidades próximas até de outros estados, os espetáculos integrantes do evento apresentam um recorte da produção teatral realizada em escolas e a potência do teatro neste contexto, que possui suas peculiaridades em relação à pratica teatral em escolas de teatro ou em caráter amador e/ou profissional. A semana em que acontece o festival costuma ser bastante puxada para mim, mas extremamente prazerosa. Costumo assumir o compromisso de acompanhar ao máximo os espetáculos e escrever carinhosamente uma resenha para cada um deles. Sempre acaba faltando algum grupo, porque acabo não dando conta. Por isso, pensei neste ano em realizar uma “Cobertura Colaborativa”, como já vi acontecer no Festival Estudantil de Belo Horizonte – FETO. Fica então o convite para quem qui...

2 MIN2018 OCT 15
Comments
Começando mais um Festival Fundação das Artes de Teatro Estudantil

Alice no CEF 316 e o que ela encontrou por lá – Festival Fundação das Artes de Teatro Estudantil

Disclaimer: Dessa vez, vou direto, sem introdução, porque conhecer o Grupo de Teatro Estudantil do CEF 316 foi uma das experiências mais transformadoras que vivi no ano. Amei conhecê-los e não há muito mais que eu diga numa introdução. Quarta – 18/10 15h – Alice no CEF 316 e o que ela encontrou por lá – CEF316 – Santa Maria – DF Isso não é uma crítica … é um culto e um brinde à Resistência do Teatro Estudantil… “Você está atrasado, você está atrasado…”, eu ouvia dentro de mim mesmo, enquanto corria contra o tempo a caminho da apresentação desta tarde. Não podia perder a oportunidade de conhecer mais um grupo de teatro estudantil. Vieram de longe, diretamente do Distrito Federal. Eu não podia perder esta oportunidade. “Você está atrasado!”. Eu sei que estou, mas segura a porta um pouquinho que estou chegando. Não posso perder isso de jeito nenhum… Cheguei, atrasado, sim, mas ouvi “Começou agora”; fiquei mais aliviado, já que não tinha perdi...

4 MIN2017 OCT 25
Comments
Alice no CEF 316 e o que ela encontrou por lá – Festival Fundação das Artes de Teatro Estudantil

Beleza não é tudo – Singular SCS – Festival Fundação das Artes 2017

Na tarde desta terça, fiz uma visita à Escola Stagium, de Diadema, a convite da minha amiga Renata Stort, onde pude acompanhar a Experiência STG, projeto incrível em que os alunos colocam toda sua criatividade, intenção e vontade para resolver seus próprios incômodos. Pude apreciar a apresentação de 15 projetos de impacto social. Fiquei encantado com a estrutura da escola, com o carinho com que cada detalhe é pensado e, principalmente, pelo profundo diálogo que se estabelece entre educadores e jovens. Mas você deve estar se perguntando : por que razão estou comentando sobre isto aqui, neste momento, se este espaço destina-se à cobertura de um Festival de Teatro de que a escola em questão não está participando? Eis a explicação: pude acompanhar duas meninas apresentando um projeto de uma revista chamada “Maria Bonita”, cujo principal objetivo era combater a ditadura da beleza, valorizando os encantos presentes em cada mulher. O “pitch” de 4 minutos, apresenta...

3 MIN2017 OCT 18
Comments
Beleza não é tudo – Singular SCS – Festival Fundação das Artes 2017

DNA – Escola da Vila – Festival Fundação das Artes 2017

Aqui estamos de volta à Cobertura do Festival Fundação das Artes de Teatro Estudantil 2017, depois de um hiato de um ano, já que não estivemos presentes na edição de 2016, por conta de toda a loucura do Projeto Potência, que ano passado, aconteceu aqui no ABC e nos consumiu uma energia sobre humana. A cobertura continuará como sempre. Infelizmente não poderemos acompanhar todos os espetáculos, mas com todo o carinho, assistiremos a todos os espetáculos possíveis e deixaremos um relato amoroso de cada experiência. O que eu mais gosto do Festival é a oportunidade de encontrar outros tipos de fazeres teatrais. Vivenciar a diversidade é extremamente enriquecedor, apaixonante. Realizar esta cobertura é delicioso. Termino a semana super cansado, mas saio tão feliz e transformado, que é por isso que continuo. E lá vou eu para aquela rotina gostosa. Começo com a “Escola da Vila”, que conheci em 2015, quando escrevi sobre o espetáculo “Só há uma vida e nela quero t...

6 MIN2017 OCT 17
Comments
DNA – Escola da Vila – Festival Fundação das Artes 2017

“Lembra-te por mim” – Trup´iê

Último espetáculo que comento aqui.Já estou com saudades e já aguardo ansiosamente o ano que vem. Mas creio que fecho com chave de ouro ao falar da Trup´iê. Falar deles, é como falar de um irmão mais novo. A intimidade me permite conhecê-los melhor e conhecendo-os, posso falar com mais carinho, mais propriedade, e é impossível não falar com emoção, já que a diretora é a mulher da minha vida. Perdoem-me os outros. Mas Roberta é Roberta e Trupe é Trupe. Não há como manter a parcialidade. IEMANO – Instituto Manoel da Nóbrega – Diadema – SP Grupo Trup’IÊ Espetáculo: Lembra-te por mim, autoria coletiva (Núcleo de Dramaturgia: Camila Helena, Giovana Zômpero, Giovanni Aguiar, Giulia Angelini, João Satelis, Júlia Jerônimo, Roberta Conde). Sinopse: Vida, vivência, convivência. Tempos, ciclos, fases. Memória da memória. Um casal. Raul e Luíza, Luíza e Raul. Aproximação, identificação… ou não. A dor sempre cai para um dos lados. Cai mesmo? Lembra-te....

2 MIN2015 OCT 5
Comments
“Lembra-te por mim” – Trup´iê

“Só há uma vida e nela quero ter tempo para construir-me e destruir-me” – Escola da Vila

Desde as primeiras edições do Festival, venho querendo conhecer o trabalho da Escola da Vila, mas o horário nunca bateu com o meu. Finalmente, este ano aconteceu da apresentação estar numa data favorável. E lá fui eu para, enfim, conhecer o trabalho da galera. Escola da Vila – São Paulo – SP Grupo de Teatro da Escola da Vila Espetáculo: Só há uma vida e nela quero ter tempo para construir-me e destruir-me, de Pablo Fidalgo Lareo. Sinopse: Esta noite algo feito com palavras/ Vai mudar a tua ideia do medo/ Olha-me e pergunta-se se sei o que faço/ Se sei o que toco/ Se sei o risco que assumo. Tempo de duração: 50 min. Classificação etária: Livre Elenco: Rodrigo Grosbaum, João Pedro Jabor, João Pedro Dubau, Rafael Tomanari, Fernando Greco, Carolina Alayon, Gabriela Janninni, Rafaela Serpico, Marina Yazbek, Sabrina Cardoso, Julia Padovan, Carlos Navas, Giulia Valadares, Giulia Bragaglia, Zoe Rozembaum, Daniel Rocha, Laura Barcellos, Gabriel Carvalho, Gabriel Rosa, Is...

3 MIN2015 OCT 4
Comments
“Só há uma vida e nela quero ter tempo para construir-me e destruir-me” – Escola da Vila

“Quiçá Romeu e Julieta” – Grupo Filosofia de Coxia

Confesso que estava ansioso pela quinta-feira. Conheci os meninos do Filosofia de Coxia durante o Festival do Ano passado e, este ano, tive a alegria de visitá-los durante um ensaio. Além de estreitarmos ainda mais os laços, a visita rendeu uma Papotência Reportagemmuito legal. Fiquei super feliz quando os encontrei no saguão do teatro ainda de tarde. O papo flui bem entre nós, afinal, já somos amigos. EE Carlos Gomes – São Paulo – SP Grupo Filosofia de Coxia Espetáculo: Quiçá Romeu e Julieta, adaptação coletiva de William Shakespeare. Sinopse: O final todos já conhecem, agora vamos desenhar o começo. Espelhados na transcendente história de amor escrita por William Shakespeare, o Grupo de Teatro Filosofia de Coxia aborda as relações de amor e de amar. O sublime amor dos herdeiros dos Capuletos e Montecchios é o fio condutor para as nossas próprias histórias em uma narrativa verídica, atual e apaixonante. Um verdadeiro encontro de cada um com o seu Romeu e com...

2 MIN2015 OCT 3
Comments
“Quiçá Romeu e Julieta” – Grupo Filosofia de Coxia

“Sempre haverá um amanhã” – Cia Poeme

ADVERTÊNCIA: Se você é diabético, favor não ler este texto. Se você é do Grupo Brinquedo Torto, provavelmente sentirá ciúmes, também não leia. Mas se você quer conhecer um elenco fofo, apaixonante e um trabalho lindo, boa leitura. Sem mais explicações, vamos à ficha técnica: Projeto Cultural Vivarte ”Daniel Comboni” – São Paulo – SP Companhia Poeme de Teatro Espetáculo: Sempre haverá um amanhã. Criação Coletiva. Sinopse: O espetáculo Sempre haverá um amanhã é um conjunto de perguntas e respostas, na visão do próprio adolescente – com suas mais variadas indagações na vida cotidiana e familiar. A falta de relacionamento entre pais e filhos, e de interação de qualidade, ilustram como se estabelecem as relações em uma família com adolescentes. Tempo de duração: 45 min. Classificação etária: 10 anos Elenco: Ana Beatriz da Silva Neves, Ayara Fernanda Nunes da Silva, Eliezer Rodrigues, Estela Souza Oliveira, Gabriel Negroni, Gabryela Moraes, Geo...

2 MIN2015 OCT 3
Comments
“Sempre haverá um amanhã” – Cia Poeme

A Exceção e a Regra – Núcleo de Cultura TWL – Mogi das Cruzes

Infelizmente não pude estar presente na apresentação deste grupo, mas fica aqui meu carinho por eles. Nos próximos dias, alguns alunos prepararão um texto para vocês. Por enquanto deixo aqui o áudio que o João Satelis, membro de nosso Coletivo, captou durante papo com uma das atrizes da peça. EE Dr. Washington Luís – Mogi das Cruzes – SP Núcleo de Cultura TWL Espetáculo: A exceção e a regra, de Bertolt Brecht Sinopse: A exceção e a regra, de Bertolt Brecht, fala sobre uma viagem pelo deserto, realizada por um comerciante, um guia e um carregador (cule). O objetivo da viagem é chegar antes dos concorrentes do comerciante à cidade de Urga, para realização de um negócio de concessão de exploração de petróleo. Direitos trabalhistas, e luta de classe são questões abordadas neste enredo que tem um final surpreendente a plateia. Tempo de duração: 45 min. Classificação etária: 12 anos Elenco: Alyce Luna, Lívia Lotito, Leonardo Narciso, Daniela Nakasato, La...

1 MIN2015 SEP 30
Comments
A Exceção e a Regra – Núcleo de Cultura TWL – Mogi das Cruzes
the END
hmly
Welcome to Himalaya Premium